Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

26
Mar18

Isto não são férias!!

Liliana Silva

PhotoGrid_1522020291849.jpg

 

Ahhhh pois...lá vou eu lamuriar-me mais um pouco e sei de antemão que estas minhas palavras não serão encaradas de muito bom grado por alguns mas isto está cá a gerar-me bolhas interiores de má disposição e como tal "deito cá para fora".

Ora pois muito bem, chegaram as tão afamadas férias da Páscoa...cof cof...

Chegaram onde? A mim nada me calhou, mas o mini fica sem escola durante duas semanas. Ficará entregue é certo a excelentes pessoas que tudo farão para que se divirta, mas eu fico sempre com a sensação que isto continua a ser tudo muito ingrato ou chamemos-lhe insatisfação pessoal.

As férias a sério são para estar com ele, para passar os dias livremente, para não ter horários estipulados, para agarrar nele e deambular por sítios e memórias. As férias a sério deveriam ser sinónimo de descanso das rotinas e de coração livre.

Ora pois muito bem, chegaram as tão afamadas férias da Páscoa...cof cof...

Chegaram para quem? Não é que não as pudesse tirar, mas se assim fosse e sempre que ele ficasse de pausas em ano lectivo ficaria efectivamente sem o poder levar por exemplo à praia ou passar uns dias fora do local de residência. Os míseros 22 dias que tenho não chegam para estas mordomias. Lamento mas tenho direito a este desabafo. Os míseros 22 dias de férias que o mais comum dos mortais, pais e trabalhadores têm não chegam para poder ficar de "cu tremido" porque simplesmente nos apetece ficar com os filhos em casa.

Ora pois muito bem, chegaram as tão afamadas férias da Páscoa...cof cof...

Chegaram como? Se eu continuo a ter de cumprir horários, de o acordar às horas de sempre, do apressar como sempre, de o deixar como sempre?

Pois sim, porque isto de quererem aumentar a natalidade no país é muito bonito mas esmiúçado e bem não é tão engraçado assim... e este é apenas só mais um tema tabu neste molho de bróculos que é ser pai e mãe neste país que pede muito e não dá nada em troca.

Vá e agora estão vocês a pensar, mas é para isto que servem os avós, tios, amigos...quem seja e possa ficar com os miúdos nestas pausas...pois sim...mas se a mim me apetece refilar só porque sim, e porque até tenho algumas alternativas (caso o queira) muitos há que não têm essa possibilidade...e depois? Alguém pára para pensar nisto? Depois queixam-se que as criancinhas passam muito tempo enfiadas nos infantários, jardins de infância e escolas...arreeeee eu também queria ter "férias", porque o tempo nunca é demais quando o passamos com eles.

Vá lá tentar explicar a um mini de cinco anos que quando os professores desejam boas férias aos meninos e eles têm de continuar a ir à escola é também um modo de descanso?! Se eu não entendo não me acho no direito de tentar explicar o inexplicável...grrrrrrr

E hoje vou trabalhar contrariada...tenho dito!!!

23
Mar18

Perdoa-me...eu também preciso

Liliana Silva

20160909_183040.jpg

 

 

Meu mini picoli...

Desejo que um dia percebas que todo o amor que te tenho é pouco para que consiga ficar registado num sem número de palavras e folhas.

Desejo que um dia saibas na realidade dos sentimentos que foste sem dúvida a minha tábua de salvação e a maneira mais prática que "Alguém" arranjou de me manter à tona de uma situação tão penosa e mesmo destruidora.

Desejo que um dia possas ter por mim sentimento idêntico ao que sinto por ti e aí meu querido sei que a minha tarefa foi mais ou menos bem sucedida.

Mas também quero que saibas que todos estes desejos passam por conseguir gerir o "meu mundo interior" da maneira que considero mais prática e funcional para todos, e se há muitos momentos que tento trazer-te sempre comigo, outros há que necessito de um espaço aberto para não ter de chamar mil vezes o teu nome, para não ter de limpar três vezes a mesma coisa, para não ter de partilhar o sofá contigo, ou para não ter de tomar duche a mil à hora preocupada com o que poderás andar a magicar na minha ausência.

O meu eu interior precisa de te dizer que há vezes em que te deixo na escolinha só porque sim. Há vezes (poucas é certo) em que te deixo a dormir com o avô só porque sim. Há vezes que vou buscar-te mais no limite da hora só porque sim. E este só porque sim é mesmo "SÓ PORQUE SIM", sem desculpas. Não quero com isto que penses que te "despejo" em casa de alguém, ou que te "esqueço" quando chego mais tarde ou ainda que "me atrapalhas" quando poderias ficar comigo todo o dia. Quero com isto dizer-te que é saudável que esta relação tenha estas pausas para que te consiga dar mais de mim e para que ao mesmo tempo não te fartes dos meus "ataques, ansiedades ou cansaços" desmedidos.

Estes "só porque sim" significam por exemplo que há dias que regressarei a casa para dormir mais um pouco, para limpar com mais calma, para me sentar no sofá e assistir a uma série de TV, para tomar um banho mais relaxado, para escovar e secar o cabelo com mais calma, para usufruir do silêncio que tantas vezes necessito. Estes "só porque sim" significam por exemplo um jantar a dois numa qualquer saída ou ida ao cinema, num qualquer passeio romântico. Estes "só porque sim" significam por exemplo que consigo ir às compras sem ter de te sujeitar aos stresses dos relógios e das filas e das confusões ou simplesmente da seca que é estar num provador com a mãe a experimentar uma qualquer peça de roupa.

Sim eu sei...tenho ainda um longo trabalho pela frente. Continuo a achar que posso fazer tudo contigo colado a mim, mas aprendo aos poucos que ficamos os dois mais felizes se este cordão umbilical tiver uma distância mais apropriada para cada um dos lados.

 

Um abracinho apertado 

21
Mar18

Nós no H2otel Congress & Medical Spa

Liliana Silva

Segunda-feira foi Dia do Pai e Dia de Aniversário do marido colorido. Um dois em um fenomenal...

IMG_20180319_111628786.jpg

Gosto de programar tudo com antecedência e saber com o que posso contar. A ideia inicial foi posta de parte quando o IPMA começou a alertar para as semanas de chuva que estavam para vir. Tive de recorrer à segunda alternativa e incluir o mini nesta aventura dado que sabia que ele também ia adorar. 

Ora marcação feita e se o engenheiro da casa soube a meio do caminho para onde ia (não lhe consegui vendar os olhos), o mini foi num silêncio absoluto e só quebrado para perguntar se já estavamos quase a chegar. Já lá tinhamos estado os 2 há algum tempo atrás, mas ele falava naquela "piscina" muitas vezes e pedia para ir lá outra vez. Sabia que tinha tudo para ser uma manhã muito agradável. 

Confesso que a ideia inicial era repartir o dia e passar uma tranquilizante manhã a dois e depois ir buscar o mini à escolinha e passar a tarde em família, mas visto o local escolhido optei por passar o dia todos juntos.

Chegados ao destino e mal avistou o edifício a loucura foi total. Entrou em êxtase. Passou-se da "marmita". Os olhos dele brilhavam.

Feito o check-in, toalhas dadas, balneário e chegamos ao espaço encantado... pai e filho passaram a manhã toda na água. A grande piscina interior com pedras a imitar verdadeiras rochas, as piscinas de jacuzzi no piso superior com uma pequena cascata, a saída para a parte exterior, onde naquele dia fazia um frio de rachar, era visível a neve na encosta da Serra da Estrela e chovia a potes, tudo isto dentro de água quente...brutal. O miúdo ria a bom rir, uma verdadeira aventura. Com isto tudo os visitantes podem ainda aproveitar a Sauna, o Banho Turco ou um Duche de Contraste (os primeiros dois não permitidos a crianças daquela idade).

Escusado será dizer que para tirar a alminha pequena da água foi um verdadeiro tormento e a promessa ficou feita de regressarmos o quanto antes.

20170612_103614.jpg

 

 

29004119_10215813657124094_1944791277_n.jpg

 

29004151_10215813655084043_373399928_n.jpg

 

29138362_10215813643123744_374659721_n.jpg

 

 

 Pode ficar a saber tudo sobre o H2otel Congress & Medical Spa em http://www.h2otel.com.pt/?lang=4

Um abracinho apertado 

18
Mar18

Trivialidades...

Liliana Silva

IMG_20180131_085103801.jpg

Achamos demasiadas vezes que os azares batem sempre à mesma porta...

Desanimamos...

Apregoamos os dias maus como se de tragédias se tratassem...

Hoje parti o telemóvel, não tem seguro, é novo! Talvez num outro dia tudo isto fosse motivo para praguejar contra deus e o diabo, para achar que tudo me calha a mim, para pensar duas vezes que as bruxas me acompanham bem de perto.

Tenho um prejuízo que já me informei não será barato...e eu "tou nem aí".

Hoje esta minha "desgraça" é nada comparado aos pais que perderam a sua menina para uma vedadeira desgraça. Ontem em conversa de amigos soubemos daquela princesa e da sua condição e hoje de manhã tivemos esta triste notícia. Não conhecia aquela menina nem tão pouco estarei com aqueles pais, mas hoje são eles que ficaram na minha cabeça e não o estrago do meu telemóvel.

Hoje  vou deixar este mini dormir bem agarrado a mim e sentir apenas o seu coração bater.

Somos demasiado pequenos mas continuamos a achar que trazemos o mundo nas mãos. 

Trivialidades...

Descansa em paz princesa "desconhecida".

16
Mar18

Dia Mundial do Sono...e a coisa vai descambar!

Liliana Silva

11016965_10206226943022233_4850965168746335239_n.j

Neste dia poderíamos bem fazer uma vénia a todas as mães, poderíamos até dedicar-lhe o dia e poderíamos até decretar feriado mundial para que elas pudessem repor as horas de sono perdidas...e nem mesmo assim consguiríamos ser justos.

Este é daqueles temas que simplesmente colocaria na gaveta, guardaria a sete chaves e tentaria esquecer, não fosse o tema que mais me marcou nesta aventura da maternidade.

Roubaste-me 4 anos de sono...do profundo ao mais leve...simplesmente roubaste-me... e isto não tem forma bonita de se dizer. Fui ao limite, ao fundo...elouqueci sem perceber. Fiquei muitas vezes fora de mim. "Ameacei-te" de várias formas e "excomunguei-te" a cada noite que passava. Já sei, podem abrir a minha sepultura e enterrar-me por proferir estas palavras, mas são a mais pura realidade e não, ninguém que se arrepende mais do que eu por ter tido tamanhos pensamentos e desejos. Fui ao Inferno e desci muitas vezes perdida e sem rumo. Experimentem vocês passar 4 meses sem dormir uma noite...experimentem vocês passar a dormir 15 minutos e a acordar mais um par de horas, experimentem vocês estarem "podres" de cansaço e começar a ouvir chorar insistentemente quando só apetece colocar a almofada nos ouvidos e fazer-se de mercador...

As mães deste mundo sabem do que falo! Umas mais que outras é certo, mas a verdade é que isto do sono das crianças tem muito que se lhe diga.

Hoje olho para trás e aceito que não estava preparada para aquilo! Ninguém está preparado para ser privado de uma coisa que nos é essencial, mas eu não estava particularmente e isso reflectiu-se em todas as noites que tive de me revirar para te conseguir acalmar. Choravas tu e chorava eu e disso nunca me irei esquecer. Cheguei ao cúmulo de te deitar e te deixar chorar sozinho, fechei a porta e sentei-me do lado de fora num pranto. Passaram 5 minutos e fui-te buscar, coloquei-te ao colo e jurei a mim mesma que depois daquela situação dormirias como achasses que era melhor, nem que para isso tivesses de dormir toda a noite agarrado a mim ou no meu colo, ou no peito do papá como tantas vezes fizeste.

Hoje olho para trás e percebo que abri demais os ouvidos e fechei demais o meu coração de mãe. Hoje percebo que me orientei pelos outros e não pela minha voz interior. Hoje percebo que exagerei nas minhas reacções quando a única coisa que tu precisavas era da minha calma e da minha tranquilidade.

ERREI...e recrimino-me por isso...

Se ainda és filho único muito se deve a isto. Fiquei traumatizada. Lamento mas fiquei. E de cada noite que teimas em não adormecer estes fantasmas assolam-me e entro em pânico. Confesso que é uma situação mal resolvida e que por tal muito ainda está por fazer.

E muito mais haveria a dizer...


Mas sabes o que me deste em troca?!? A possibilidade de apreciar momentos contigo...a possibilidade de viver momentos de extase e fantasia...a oportunidade de te ver crescer...e a oportunidade de me certificar que qualquer sacrifício será bom em prol desta tua tranquilidade e do teu sorriso de menino de luz.

Celebremos este dia...todos os dias são bons para celebrar...o amor é para ser celebrado sempre sem receios ou medos...

Obrigada por me ajudares a crescer, contigo sou sem dúvida melhor pessoa e melhor mãe.

 

15
Mar18

Sugestões para o Dia do Pai - Leituras

Liliana Silva

Começamos a contagem decrescente para o Dia do Pai.

Tenho de vos confidenciar que aqui a tarefa é duplamente árdua porque o pai é também aniversariante nesse dia e como tal andamos numa roda viva para conseguir surpreender e ter tudo pronto a tempo do grande dia.

Ora pois hoje deixamos as primeiras sugestões para comemorar mais um dia, e nada melhor do que um óptimo livro dedicado a todos os super-heróis sem capa. 

Da autoria de Isabel Martins e Bernardo Carvalho temos o "Pé de Pai". Um livro que relata bem a cumplicidade entre pai e filho.

1.jpg

 " O meu Pai adora-me",  da editora Jacarandá, permite momentos de partilha desde a mais tenra idade. Um livro pequeno com imagens e textos simples para que os mais novos possam perceber os laços afectivos que unem pais e filhos.  

2.jpg

 Da autora Maria João Lopo de Carvalho chega-nos "O Meu Pai é o Melhor do Mundo". Um livro que nos mostra que a principal profissão de um pai é ser só isso mesmo, um Pai.

4.jpg

 

Por último e sabendo que há muito mais ofertas no mercado, esta foi a nossa selecção, temos o "Papá, tu és o Máximo!" de Myriam Sayalero, um livro que faz uma homenagem a todos os pais que embora não sendo perfeitos são incriveis e inspiradores.

7.jpg

 

Que tal estas escolhas? Um óptima opção que alia diversão, conhecimento e cumplicidade para o dia e para os restantes em que filhos e pais devem viver ao máximo a ternura que os une.

 

 

14
Mar18

Quero que saibas quem foi o professor Hawking

Liliana Silva

stephen-hawking009_thumb_300.jpg


Querido Príncipe T 

Hoje quero registar estas palavras para que um dia mais tarde e quando achares que por algum motivo a vida não tem nada para oferecer, te lembres que há pessoas que lutaram muito, mesmo muito e mesmo quando já ninguém acreditava nelas próprias.

Este senhor que vês na imagem é o professor Stephen Hawking, nasceu em 1942 e faleceu hoje 14/03/2018. Não precisas saber a sua biografia. Não quero que fiques entediado ao ouvir os seus feitos (e foram grandes e muitos). Não preciso que decores cada distinção que teve. Quero apenas que possas interiorizar certas frases. Ser-te-ão úteis meu carinho. Acredita que sim. E acredita porque às vezes necessitamos de ler, de ouvir e de interiorizar para poder colocar em prática.

Este senhor que vês na imagem, da qual foi feito um filme biográfico,  tinha tudo para desistir da vida. Como vais ver, ler e observar não teve a vida facilitada e quando muitos o condenaram à morte, ele renasceu das cinzas e mostrou do que é feito a fibra humana na sua melhor essência.

E meu querido amigo, quando achares que ninguém dá mais por ti, mostra-lhes que a tua garra e a tua fibra se equipara a esta mente brilhante.

Deixo-te com os três conselhos que esta grande figura deixou e que acabam por transmitir tão bem os meus desejos para ti meu pequeno ser:

1. Sempre que te apetecer desistir, sempre que te apetecer parar, sempre que penses que não és capaz de erguer a cabeça " Olha para as estrelas e não para baixo aos teus pés", é lá naquele profundo inifinito que vais arranjar as forças necessárias para por as ideias em ordem e conseguires continuar a tua caminhada rumo ao teu sucesso interior.

2. Acredita sempre nas tuas capacidades e "nunca desistas do trabalho! Trabalho dá significado e propósito, e a vida está vazia sem eles". Enquanto tiveres objectivos a tua vida será muito mais recheada de força, garra e ambição. É com eles que deves seguir, serão o teu braço direito em qualquer adversidade.

3. E por último meu pequeno príncipe, e aquele que eu acho mais importante "Se tiveres sorte o suficiente para encontrar o verdadeiro amor, não o deixes ir embora" e acredita mesmo nisto. Acredita com todas as tuas forças que o amor tudo pode, que o amor tudo vence, que com amor somos sempre bem maiores. Sabê-lo aproveitar depende da energia que tenha,os no coração. Lembra-te que é lá que tens o essencial para seres verdadeiramente feliz.

Hoje dizemos adeus, fica o legado que espero possas usar sempre com foco e determinação. Se assim o fizeres tudo podes!

 

13
Mar18

E por aí...como foi o "Félix"?!

Liliana Silva

20927651_y8C5r.jpeg

 

 

Tivemos um fim de semana atribulado. Esteve por cá o "Félix"...a tempestade que nos agitou os dias de descanso.

Fim de semana com dias escuros, cinzentos, frios, chuvosos e com vento à mistura.

Combinação perfeita para ficar em casa, pijama, pantufas, manta e lareira...quiçá um chá quentinho e vamos lá cochilar um pouco...

Só que não! Aahaahaha

Quem tem crianças pequenas, sabe bem do que falo. Sabe que manter uma criança ocupada em casa requer uma ginástica, eu diria até artística para que eles não se aborreçam e sobretudo não tornem os nossos miolos num autêntico caos.

Pois bem, sábado foi de loucos e não tive problemas em programar o que quer que fosse, dado que aqui o miúdo é tão concorrido que teve 3 festas de aniversário dos amiguinhos que durou para todo o dia. Passei o dia entre ir por e ir buscar, isto tudo com o tempo a piorar e eu ainda a necessitar de ir às compras. Final da última festa, aí vamos nós para mais uma odisseia, enfrentar um shopping a um sábado à tarde. Valha-me que agora o Continente decidiu retomar a moda dos carrinhos pequenos e temos os miúdos bem mais animados e empenhados na hora de escolher e colocar os produtos no cesto :)

Domingo, pico da tempestade e ainda na cama começo às voltas para, mentalmente, fazer a lista do que iria fazer para manter o miúdo ocupado. Se lhe desse asas o tablet e a coluna tinha ficado todo o dia ligados e ele passaria o dia entre músicas e danças, entre microfone e cantorias. Mas dado que eu não gosto nada dos excessos com as novas tecnologias decidi que havia muito a fazer.

Pois bem, de um Domingo cinzento e chuvoso saiu:

Um filme da Frozen

Um bolo para o lanche

Pinturas e desenhos para chamar a primavera

Espectáculo musical

Uma pizza para o jantar

Pufff...trabalheira esta, e no final do dia considero que estava mais KO do que alguns dias da semana. E por aí como foi o vosso fim-de-semana? Agitado?

Volta Verão...estás perdoado 

 

08
Mar18

À eterna MULHER da minha vida

Liliana Silva

DSCN3157.JPG

 

 

Serão sempre as mesmas palavras...e os mesmos afectos!

Serão sempre os mesmo elogios...e os mesmos sentimentos!

Serás sempre com toda a minha força de viver e querer a GRANDE MULHER da minha vida! Mulher de garra e ambição,de carinho e perdão,de amor e gratidão,de luta e de determinação!

Mulher de ontem, de hoje e de sempre! Mulher que nunca baixou os braços,nunca deu uma luta por vencida e nunca virou costas aos precalços que a vida reservou! Que outra mulher poderia querer na minha vida se não esta...A MINHA MÃE!

Obrigada Mulher Minha que me conseguiste transmitir o verdadeiro significado de amar sem limites,de sorrir sem medo e de sonhar sem travão.

E é por isto que "celebro" o dia da Mulher, porque para haver dias especiais é necessário haver mulheres especiais.

Esta é a minha Mulher, aquela que tão bem soube transmitir o significado de ser MULHER, um ser que sabe o que significa Respeito, Equidade, Igualdade, Luta, Preserverança, Amor...

 

Obrigada Mulher Minha  

01
Mar18

Lá naquele sítio...chamado Síria

Liliana Silva

chuva3.png

 Aposto que hoje a grande maioria das pessoas se queixou

Aposto que hoje a grande maioria das pessoas acordou de má cara

Aposto que hoje a grande maioria das pessoas chegou ao trabalho, às escolas, aos centros de saúde, aos hipermercados a desejar não ter saído de casa, a rogar pragas ao Sr. São Pedro e apregoar aos quatro cantos do mundo que isto da chuva ter regressado em força, da neve ter coberto cidades inteiras, do vento ter arruinado mais um chapéu de chuva é um verdadeiro inferno.

Provavelmente até eu, no meu interior profundo caí nesse mesmo erro em algum momento deste dia cinzento, frio e invernal.

Lá naquele sítio que todos falam mas poucos vêm na realidade, nem chove e a temperatura até é amena por estes dias.

Lá naquele sítio que poucos vêm e raros sentem, há gente que não tem tempo para se queixar ou apregoar contra a chuva , o trânsito ou o jantar que deixámos queimar.

Lá naquele sítio as pessoas não vivem e poucas são as que sobrevivem. Lá naquele sítio as crianças não crescem e os adultos à muito que deixaram de ter esperança de vida. Lá naquele sítio que tem nome de morte, cheiro de chacina, ambiente de terror, a vida continua mas a guerra também.

Lá naquele sítio o sol continua a nascer e a por-se, o mesmo sol que vemos por aqui lá tem cor de sangue, sabor de dor e cheiro de morte. 

Lá naquele sítio a lua enfatiza as pedras amontoadas, os corpos espalhados e a destruição em massa.

Lá naquele sítio o dia e a noite têm exactamente a mesma cor: Negra

Lá naquele sítio o dia e a noite têm exactamente o mesmo sentido: Nenhum

Lá naquele sítio o dia e a noite trazem um único objectivo: Sobreviver a mais uma bomba

Amanhã quando amanhecer e tiverem vontade de se queixar do frio...

Amanhã quando amanhecer e tiverem vontade de apregoar contra a chuva

Amanhã qando amanhecer e tiverem vontade de não fazer sempre as mesmas coisas

Pensem que lá do outro lado do mundo, do nosso mundo, pessoas como nós, crianças como os nossos filhos, velhos como os nossos avós sobrevivem debaixo de esconderijos improvisados, seres humanos tão ou mais capazes do que nós sujeitam-se a passar as horas do seu dia evitando que uma bomba lhes acerte em cheio ou lhes roube alguém que mais amam.

Amanhã agradeçam a vida monotona que têm, e não se conformem com o que vemos do lado de lá da televisão...porque aquilo lá, naquele sítio faz parte de todos nós.   

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D