Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Não gosto do Agosto!!

02.08.18 | Liliana Silva

IMG_20180801_140431283.jpg

Ena pá...tudo à espera do grande mês. Tudo de malas aviadas, carros carregados, filhos despachados e família pronta para as merecidas férias.
E cá venho eu ser do contra (o que já é hábito) para dizer que dispensava o Agosto na sua essência ...

E chego a casa no primeiro dia de férias do meu filho e deparo-me com este desenho...

E claro não posso gostar do Agosto!! 

O entusiasmo dele contrasta com aquilo que tenho de lhe transmitir... "olha mãe é a praia, quando vamos? Já estou de férias..."

E lá vem aquela parte que eu dispensava do Agosto...explicar a um miúdo que sim senhor ele está de férias, mas os pais ainda não! Explicar a um miúdo que vai passar um mês em "casa" porque as férias só chegam lá para o final quando for quase tempo de regressar. E agora pensam vocês e muito bem...ah e tal porque não tiram férias em Agosto?? 

Realmente era uma solução, mas caramba Agosto sufoca-me só de pronunciar o seu nome, só de pensar nos seus dias, só de me imaginar com dias livres neste mês da confusão...

Sim porque pedem que Agosto passe devagar e que venha para ficar mas verdade seja dita...Agosto é sinónimo de agitação tal, que me cansaria ainda não tinha posto o pezinho na areia....

Lamento Agosto mas não dá...

E não dá muito mais quando vejo o mini ter um mês sem a minha presença, em que tenho de o deixar com o avô para ir trabalhar, em que perco as aventuras dele na piscina, as risadas dele no parque, o entusiasmo dele pela serra...sim porque ele tem férias mas a mãe tem de dividir os 21 dias que dispõe para conseguir fazer face a outras tantas pausas que os miúdos têm ao longo do ano lectivo...sim porque lá os senhores das estatísticas dizem que o país está envelhecido mas nada se faz para combater isso,nomeadamente no que toca ao acompanhamento dos nossos filhos. 

Ai Agosto...perdoa-me mas passa rápido...nós também precisamos desfrutar dos momentos de acalmia e serenidade.