Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

09
Ago18

Entrevista com Magda Santos - CAM certificada

Liliana Silva

DSCN7364.jpg

 

 

Terminada que está a semana Mundial do Aleitamento Materno, e depois de alguns testemunhos que recebi em jeito de desabafo, em jeito de consagração, em jeito de felicidade, havia ainda um tema que tinha curiosidade em remexer...

O conceito é recente, e muito ouvimos falar sobre ele. As CAM - Conselheiras de Aleitamento Materno são pessoas certificadas que ajudam mães e bebes a procurar a melhor forma de encarar este tema tão importante para ambos.

Decidi por isso ir em busca de quem me pudesse elucidar sobre o assunto e mesmo "por perto" tenho a minha querida Magda que me fez o favor de responder a algumas perguntas mais pertinentes sobre a sua função enquanto CAM.

Agradeço desde já a oportunidade, a paciência e a disponibilidade para me explicar este assunto tão assertivamente. E um obrigada ainda mais especial por todas as mães que ajudas.

 

  • Como surgem as CAM?

"O curso de Aconselhamento em Aleitamento Materno vulgo CAM é um curso desenhado pela UNICEF e OMS que surge no âmbito da iniciativa Hospitais Amigos dos Bebés para uniformizar e dar competências aos profissionais de saúde na área do aleitamento materno. Foi alargado a mães no sentido de poderem prestar apoio inter pares, de forma voluntária no âmbito de grupos de apoio. A figura de conselheira, cam, foi uma designação que se criou no decorrer da prática, mas não existe de facto oficialmente, isto é, não é uma profissão. Há países em que é designada como conselheira, outros como assessora, etc. É só uma forma de se perceber quem tem formação nesta área e pode ajudar com mais competência. "

  • Quando se deve procurar ajuda de profissionais especializados nesta área?

"A acção de uma CAM está direcionada para o aleitamento e todas as questões inerentes. Vai desde a pequena dúvida que possa surgir até uma dificuldade real em que sinta que necessita de uma ajuda mais de perto. As dificuldades mais comuns são as ligadas ao não aumento de peso e á dificuldade de fazer uma boa pega – um bom abocanhar da boca a auréola da mama da mãe. O auxílio prestado pode ser feito pelo telefone, sms, ou até mesmo presencial. Também ajudamos as mães que decidam não amamentar em qualquer necessidade de ajuda que surja. O regresso ao trabalho costuma ser também um momento de grandes dúvidas e inseguranças e por fim a introdução da alimentação complementar. A importante referir que a ajuda das CAM da SOS amamentação na qual me incluo é gratuita."

 

  • Existe ou não o tão denominado “leite fraco”?

"O leite de qualquer mãe é o melhor que pode haver para a sua cria e por isso NÃO, NÃO EXISTEM LEITES FRACOS!

Somos mamíferos, como tal amamentamos as nossas crias não há nada tão natural e biológico como isto.

O leite de vaca que estamos habituados a ver sair do pacote tem sempre a mesma espessura e cor mas não é por isso que é mais forte muito pelo contrário. O leite humano varia ao longo da mamada e até mesmo ao longo do dia. Varia na sua espessura, cor, sabor, e propriedades, de mãe para mãe e de acordo com cada bebé ao longo do seu crescimento e face as suas necessidades naquele momento."

 

  • Agora a título mais particular, como é que isto de ser CAM ajudou na fase de amamentação da tua filha?

"Quando eu tive a minha filha ainda não era CAM (2015) mas já sabia da sua existência. Lia bastante sobre o tema da amamentação e tinha já alguns conhecimentos que me deixaram mais segura daquilo que estava a fazer de bem. No entanto, também eu precisei da ajuda de mais do que uma CAM para estabelecer a minha confiança e deixar fluir o que é natural e biológico. Em 2017 senti necessidade de fazer esta formação para poder ajudar outras mães e bebes nesta história de amor em estado liquido que é a amamentação. Este mês já fizemos 39 meses deste amor!"

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D