Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

I'm not perfect

28.02.18 | Liliana Silva

IMG_20180228_193815311.jpg

Umas  dizem que nasceram para isto

Outras recusam-se a passar pela experiência 

Muitas ainda no seu confessionário interior arrependem-se de dar este passo

E eu?! Bem eu continuo na incerteza de muita coisa porque ser mãe tem tudo menos definição.

E se há dias em que se é a 100%, outros há que já não temos tanta força, coragem, paciência, chamem-lhe o que quiserem, para o ser e há também os dias em que simplesmente não deveríamos desempenhar esta função. Por vários motivos, por várias circunstâncias, por muitas condicionantes... chamem-me louca ou lá k que isto possa ser mas há dias em que muito fica a desejar para tamanhas expectativas que colocamos em nós próprias enquanto mães. 

Ontem não o fui a 100%...o cansaço, a exaustão, o mau estar físico fez-me desenrascar "a coisa", logo eu que detesto coisas "desenrascadas". A história foi contada sem pausas, o aconchego meio à pressa e na hora da despedida falhou-me o abraço forte e firme.

Ele reclamou, e eu mandei-o dar a mão ao boneco...(estupidez a minha)

Ele reclamou dizendo que a boneca dele era eu porque só eu era querida e quentinha 

Ele reclamou e eu despertei...não atingi os 100% mas o click interior deu-se...abri o coração e esqueci o meu cansaço e a vontade de me esticar no sofá a respirar o silêncio...ele só queria a minha mão e eu deixei-me ficar na certeza que só ao seu lado a minha alma consegue efectivamente descansar.

 

2 comentários

Comentar post