Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

26
Mar18

Isto não são férias!!

Liliana Silva

PhotoGrid_1522020291849.jpg

 

Ahhhh pois...lá vou eu lamuriar-me mais um pouco e sei de antemão que estas minhas palavras não serão encaradas de muito bom grado por alguns mas isto está cá a gerar-me bolhas interiores de má disposição e como tal "deito cá para fora".

Ora pois muito bem, chegaram as tão afamadas férias da Páscoa...cof cof...

Chegaram onde? A mim nada me calhou, mas o mini fica sem escola durante duas semanas. Ficará entregue é certo a excelentes pessoas que tudo farão para que se divirta, mas eu fico sempre com a sensação que isto continua a ser tudo muito ingrato ou chamemos-lhe insatisfação pessoal.

As férias a sério são para estar com ele, para passar os dias livremente, para não ter horários estipulados, para agarrar nele e deambular por sítios e memórias. As férias a sério deveriam ser sinónimo de descanso das rotinas e de coração livre.

Ora pois muito bem, chegaram as tão afamadas férias da Páscoa...cof cof...

Chegaram para quem? Não é que não as pudesse tirar, mas se assim fosse e sempre que ele ficasse de pausas em ano lectivo ficaria efectivamente sem o poder levar por exemplo à praia ou passar uns dias fora do local de residência. Os míseros 22 dias que tenho não chegam para estas mordomias. Lamento mas tenho direito a este desabafo. Os míseros 22 dias de férias que o mais comum dos mortais, pais e trabalhadores têm não chegam para poder ficar de "cu tremido" porque simplesmente nos apetece ficar com os filhos em casa.

Ora pois muito bem, chegaram as tão afamadas férias da Páscoa...cof cof...

Chegaram como? Se eu continuo a ter de cumprir horários, de o acordar às horas de sempre, do apressar como sempre, de o deixar como sempre?

Pois sim, porque isto de quererem aumentar a natalidade no país é muito bonito mas esmiúçado e bem não é tão engraçado assim... e este é apenas só mais um tema tabu neste molho de bróculos que é ser pai e mãe neste país que pede muito e não dá nada em troca.

Vá e agora estão vocês a pensar, mas é para isto que servem os avós, tios, amigos...quem seja e possa ficar com os miúdos nestas pausas...pois sim...mas se a mim me apetece refilar só porque sim, e porque até tenho algumas alternativas (caso o queira) muitos há que não têm essa possibilidade...e depois? Alguém pára para pensar nisto? Depois queixam-se que as criancinhas passam muito tempo enfiadas nos infantários, jardins de infância e escolas...arreeeee eu também queria ter "férias", porque o tempo nunca é demais quando o passamos com eles.

Vá lá tentar explicar a um mini de cinco anos que quando os professores desejam boas férias aos meninos e eles têm de continuar a ir à escola é também um modo de descanso?! Se eu não entendo não me acho no direito de tentar explicar o inexplicável...grrrrrrr

E hoje vou trabalhar contrariada...tenho dito!!!

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D