Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Os pais dos amigos do meu filho tornaram-se nossos amigos

23.06.17 | Liliana Silva

5.jpg

Se um dia alguém perguntar por mim saberá com certeza por teu intermédio, pequeno príncipe T, que sou mais feliz quando estou rodeada de gente positiva e feliz. Vivo das boas energias. Para triste já bastam os caminhos mais escuros e mais curvados da vida. Eu sei que não se ama sozinho, eu sei que para atingir metas e objectivos devemos rodear-nos de pessoas com “luz interior e sorriso fácil”, eu sei que só ganhamos quando estamos com os ombros certos, na hora certa ao nosso redor. Eu não sabia é que era possível encontrar gente boa no caminho que fazes todos os dias da semana. Um caminho de aprendizagem, de muita brincadeira e muita gargalhada. Encontraste na escolinha um local de crescimento e de felicidade e contigo assumo todos os dias a tarefa de te ir por e buscar. Nesse caminho cruzou-se Gente Nova, Gente Sorridente, Gente que a medo ou receio das primeiras impressões começaram com o típico “bom dia” e estão agora lado a lado em muitas vivências do dia-a-dia. Gente que nos convida, gente que se convida, gente que disparata connosco e por nós, gente que tem os mesmos medos, os mesmos anseios, as mesmas expectativas. São vocês que nos unem e que tornam este convívio numa amizade crescente. O “bom dia” ou "até amanhã" já não existem sozinhos. Hoje paramos para saber como correu o dia X, a consulta Y, paramos para saber como resolveram a birra do dia anterior, paramos para estar juntos, para o convívio, para os piqueniques, para as festas da escolinha e para os arraiais de verão...

Os nossos meninos e meninas estão a crescer, farão novas amizades, podem até distanciar-se porque a vida é mesmo assim, inconstante, mas os nomes dos vossos filhos, as fotografias de cada um e as vivências que passarem ao longo deste primeiros anos de convivência social farão parte, eternamente do nosso álbum de fotografias material e emocional da nossa caminhada.

Hoje paramos porque eles crescem uns com outros e nós assistimos também uns com os outros ao vosso crescimento.

Sem fazer planos do que virá depois, o meu coração guardar-vos-á a todos porque crescemos juntos, não em tamanho mas em carinho e amizade.

PS. Sim sim alguns versos do “AMAR PELOS DOIS” e vocês sabem tão bem o porquê. Siga pa festa que hoje a noite é toda nossa Pequenos e Graúdos