Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Porra para isto...as Mulheres merecem MAIS!!

07.02.19 | Liliana Silva

sydney-sims-521161-unsplash_770x433_acf_cropped.jp

 

Evitei pegar ontem neste assunto porque o que fosse escrever manifestava a raiva pura e dura que sinto cá dentro. Passaram 24h e nem por isso este sentimento amainou...

Voltamos a abrir noticiários com as piores legendas possíveis. Voltamos a falar de morte, de violência, de egoísmo, de loucura. Voltamos a encarar este problema como mais um. Mas desta vez temos um ser de dois anos que, sem querer, pedir ou fazer por merecer foi morta pelo próprio pai com contornos de monstruosidade tais que me dá nojo chamar esta coisa de homem quanto mais de pai.

Voltamos a ter uma mulher que fez tudo bem...temos uma mulher que deixou o que achava que não estava bem, que se afastou da pessoa problemática, que fez queixa da mesma vezes e vezes sem conta. Temos uma família que ajudou esta mulher e esta criança, que as amparou e que de tudo fez para terminar esta relação doentia. Temos as autoridades que reportaram o caso como muito crítico e temos no final disto tudo um autêntico banho de sangue quando tudo poderia ter sido evitado.

Aqui houve erro humano!! Aqui alguém falhou para com esta Mulher, para com esta criança, para com esta família, para a sociedade!! 

Lamento escrever isto, mas houve falhas. A principal, de quem não teve tomates suficientes para colocar este monstro atrás das grades assim que foram feitas as denúncias e apurados os factos. Depois a falha de todos os que se cruzaram no caminho desta Mulher e nada fizeram por acharem que não deveriam intrometer-se nos problemas conjugais do suposto casal! Violência doméstica é CRIME!! CRIME PÚBLICO que PODE, DEVE E TEM de ser comunicado às autoridades.

No próximo mês estaremos a celebrar o dia da mulher com brindes, saídas à noite, jantares com as amigas...mas estaremos a celebrar efectivemante o quê? A continuidade dos maus tratos a tantas outras? A continuidade da conivência com a sociedade em geral? A continuidade do silêncio e do "entre marido e mulher não se mete a colher"? Afinal que dia da Mulher celebramos nós? Sim porque não pode haver celebração de um dia quando o que assistimos diariamente é ao oposto. A Mulher continua a ser inferiorizada por muitos quando temos já neste primeiro mês do ano 9 mulheres mortas às mãos de seres egoístas, ciumentos e loucos, capazes de por fim à vida humana e de deixar os filhos à mercê da sorte e do destino.

A Lara não pediu para morrer assim! A Lara não pediu para ser assassinada. Era uma bébé de 2 anos caraças...como podemos viver com este peso nos ombros??? Quantas mais Mulheres têm de morrer? Quantas mais crianças têm de ficar orfãs para que se dê prioridade às vítimas e não aos agressores? Sim porque esses continuam a ter o direito à defesa, ao perdão e mais tarde à reinserção...e as Mulheres minha gente??? Onde colocamos as Mulheres??? Onde "vingamos" as vítimas?! 

Mudemos as leis! Mudemos as mentalidades! Castigue-se severamente quem pune impunemente!! 

7 comentários

Comentar post