Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Quando a Amizade supera decisões irresponsáveis de "senhores grandes"

27.07.17 | Liliana Silva

13669063_10210128726044370_7161926942101576196_n.j

As mudanças de vida são por vezes necessárias e bem vindas, mas quando nos são impostas e apressadamente exigidas deixam-nos com um sabor amargo na mente e sobretudo no coração. A vida está em constante alteração de planos e por vezes custa-nos aceitar essas novas situações, essas novas pessoas que se cruzam, esses novos desafios que surgem do nada.

A verdade é que faz precisamente 1 ano que uma destas mudanças repentinas nos surgiu, nos foi imposta e nos foi exigida. A verdade é que há um ano atrás ficámos certos de que o dinheiro hoje em dia se sobrepõe a tudo até mesmo a interesses de crianças de tenra idade que em nada deveriam ser importunadas e chamadas a alterar os seus planos em prol de alguns trocos. Há um ano atrás uma instituição com renome local e nacional decidiu, deliberadamente dispensar a educadora da sala dos Raposinhos a uma semana das férias, a uma semana da instituição poder desculpar-se com o período de descanso de muitos dos funcionários, numa semana em que pais e encarregados de educação nada pudessem fazer para alterar este rumo. Cortaram-nos o fio condutor e isso não se faz, porque fizeram-no com maldade, com superioridade, com mau carácter. Fizemos o que podíamos e o que estava ao nosso alcance mas o desfecho foi o inevitável. Eles ganharam a "causa" a que se tinham proposto, ganhar mais uns trocos, mas perderam 11 crianças para outra instituição, perderam reputação e perderam 2 excelentes profissionais. Nós ganhámos em amor, em carinho e em amizade porque nunca perdemos o elo de ligação e os nossos filhos ainda hoje falam nos amigos, ainda hoje vão às festas de aniversário uns dos outros e ainda hoje falam na sua Clara e na sua Cecília. 

Deixo-vos o texto que escrevi há um ano e relembro que nos podem tirar tudo mas nunca o verdadeiro sentimento do amor.

"Completaste 1 ano e tive de tomar a árdua decisão de te deixar com "pessoas estranhas"...tive a dificil tarefa de encontrar paz interior para te entregar nos braços de senhoras que nunca te viram,não sabiam os teus hábitos,não conviviam contigo todos os dias e nem sabiam a tua maneira de adormecer ou os teus gostos. Ao entregar te, deixei o meu coração também. Com elas ficaste tu e as minhas preocupações e medos. E foram elas que souberam tão bem cuidar de ti e dos meus sentimentos. Foi delas que sempre tive a atenção necessária para tirar as dúvidas e os braços abertos para te amparar sempre que choraste,sempre que te magoavas e sempre que ficavas doentito. Foi com elas que também aprendi a ser mais solta,menos preocupada e mais atenta. 
E agora quase a completares 4 anos não há palavras que agradeçam a estas senhoras que passaram a ter mais tempo contigo...que aprenderam a lidar com as tuas birras,que te deram a mão para adormceres mais tranquilo. Hoje com quase 4 anos e se és feliz a elas também o deves e a elas devo toda a minha gratidão. Hoje com quase 4 anos teus continua a existir no mundo dos grandes a indefinicao de senhores que julgam as pessoas como se de notas se tratassem,que tratam as crianças como mercado bolsista e que nao olham a meios para atingir fins. Aos senhores grandes que ja esqueceram o que é ser criança e o que é ser se bem tratado fica a imagem do muito que de bom se faz com estas senhoras GRANDES que amparam os nossos meninos e os fazem voar num mundo cada vez mais cruel. 
A nós pais e encarregados de educação resta-nos levantar as "armas" que temos para lutar por um mundo melhor sempre com a missão de vos salvaguardar o coração. 
A vocês Maria Cecilia Ferreira e Clara Salgueiro resta-nos um grande OBRIGADA com tudo o que isso engloba...porque juntos seremos sempre mais fortes e a vida é uma luta constante 😍"

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.