Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Um brinde...à VIDA

21.06.17 | Liliana Silva

1.jpg

 

Querido Pequeno Príncipe T

Não era de todo o texto que idealizei para “inaugurar” este nosso espaço. Idealizei que fosse algo mais soft, mais animados e que pudesse arrancar algumas gargalhadas de todos os que nos conhecem. Mas como te digo muitas vezes a vida nem sempre é como queremos e estes últimos dias reflectem bem o poder desta mesma frase. Das poucas vezes que viste imagens de fumo e de fogo saltou-te aquela expressão de aflição que sei, te tiraram a respiração e te deixaram exaltado. Tentámos ocupar-te a mente com perguntas ou com parvoíces de quem pretende a todo o custo desviar atenções das desgraças que nos entram casa adentro. A verdade meu querido é que dói, magoa, dilacera mesmo. A verdade meu pequeno é que depois dos números, vieram os nomes e agora conhecemos já os rostos. E se os números assustaram pela quantidade incompreensível e exagerada, os rostos esses deixam-nos o coração apertado e a alma em chamas. As mesmas que teimam em prosseguir encostas, em entrar casas dentro e destruir povoações. Os rostos que vemos plasmados nas capas de jornais ou nas publicações de redes sociais são pessoas, são crianças, são famílias. Os rostos que vemos  jamais poderão ficar apenas como números e estatísticas. E foi por isso que decidi que depois dos 3 dias de luto nacional, depois do minuto de silêncio de hoje em memória de todas as vítimas e porque a vida continua, decidi deixar-te estas palavras. Decidi que este nosso cantinho tem o dever de honrar a Lígia, o Sérgio, a Sara, o Gonçalo, o Fernando, o Miguel, a Mafalda, o pequeno António e o seu irmão Joaquim, o Eduardo, a Cristina, o pequeno Rodrigo, o Jaime ou a Fátima e tantos outros que este sábado perderam a vida sem saber como nem porquê.

E decidi isto para que em tempos futuros, quando te quiseres queixar do calor ou do frio, do apartamento em vez da vivenda, das férias na praia do costume em vez de um grande destino paradisíaco, do trabalho em vez do emprego, da dor de cabeça ou de dentes,   quando achares que trânsito te condicionou a chegada, quando as pessoas te impedirem de ser feliz, quando as contrariedades forem mais fortes que as vitórias regressa a este post e pára! Pára e pensa que algures na tua vida “imperfeita” ficaram outras tantas vidas suspensas sem que nada o fizesse prever.

E sabes qual o mote para que te redija estas palavras?! É porque sei que vais ser capaz de seguir em frente honrando todos estes nomes que te deixei aqui. Sei que vais viver sempre o melhor que sabes e podes. É para tal que aqui continuarei…para te obrigar a ser feliz no dia e momento certo que será sempre “O HOJE”.

A vocês que vão começar a fazer parte deste nosso cantinho sejam benvindos aos "radicalismos" de uma mãe galinha, aos rabiscos e cantorias do pequeno principe T e à vida. Neste T3 vivemos e sorrimos muito.

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Carina Lucas

    21.06.17

    Fantástica inauguração!! Adoro à ideia de termos este cantinho para podermos usufruir dos teus textos lindos e emocionantes! Força! Adoro adoro adoro :)
  • Imagem de perfil

    Liliana Silva

    22.06.17

    Obrigada minha Mimi, por estares sempre presente ;)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.