Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

11
Mai18

Um brinde que não posso fazer...

Liliana Silva

FB_IMG_1526041126299.jpg

 

 

Há muito que não te escrevo

Há muito que o corre corre do dia não me deixa espaço suficiente para deitar cá para fora o que sinto

Há muito que acumulo sensações e sentimentos

Há muito que este meu silêncio deveria ter sido quebrado

Porque os nossos diálogos, apesar de uníssonos, têm sempre efeito de bateria carregada para o meu coração. E nesta época do ano a necessidade que tenho de te falar aumenta. A necessidade que tenho de me agarrar a ti sobe. A necessidade que sinto em desabafar os meus medos e os meus anseios superam a realidade dos dias "normais".

Hoje como nos outros restantes dias destes 6 anos falo a olhar o horizonte, falo com a cabeça erguida para o céu, falo com o olhar virado para o cimo. Mas hoje, e durante os próximos dias, em oposição aos outros tenho-te no meio de casa. Os teus olhos acompanham os nossos passos mais de perto. O calor do teu mimo permite-me caminhar mais descontraída. 

E aqui de baixo, sentada no meu chão e envolta das minhas coisas posso hoje falar-te mais "directa e pessoalmente". Mas o que dizer-te quando a tristeza aumenta nestes dias? Como conversar se as lágrimas teimam em cair mais depressa do que qualquer palavra que sai? E aí respondes tu "por isso mesmo hoje estou mais perto, e estarei sempre, mesmo que tenhas de abrir a janela e expor as nossas conversas com as outras estrelas", não tenho dúvida desta tua resposta. Acredito tão piamente nela como se a estivesse a ouvir ao meu ouvido. Acredito tão piamente nesta nossa linha recta como se te pudesse tocar através dela.

Estou a entrar nos eixos mãe, ainda que isto me custe, ainda que tudo isto me continue a fazer uma confusão descomunal, ainda que eu ache que isto sem ti não tem o mesmo sentido...eu estou a seguir os passos que sei desejarias acompanhar. Consigo hoje uma tranquilidade maior, uma segurança mais calma, uma estada mais acertada.

Percebi que as coisas só têm a importância que eu lhes dou. Percebi que uma noite e um dia não fazem um ano e percebi acima de tudo que no meu coração pode ser sempre dia de festa. 

Hoje brindo aos 65...aos teus 65...aquela festa de arromba que tanto falávamos quando fizesses os 65 fica adiada para tempo incerto mas para data confirmada.  O dia em que te "apanhar" não te escapas,acredita que vamos ter uns dias de arromba. ❤

Hoje o céu está em festa...um brinde a ti princesa linda 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D