Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Volta que estás perdoada...

30.10.17 | Liliana Silva

20171029_004610.jpg

 

Ora pois muito bem...relógios acertados, hora de Inverno imposta, rotinas alteradas e por aqui em vez de termos dormido mais uma hora, estamos com menos quatro ou cinco de sono. Fim de semana com alteração de rotinas não combina com fim de semana de mudança da hora. Não façam essa mistura explosiva porque com certeza vai descambar. Foi um fim de semana de experiências diferentes, um fim de semana de excessos. Excessos nas brincadeiras, nos mimos, nas birras...fim de semana de aniversário do primo que mora longe e lá fomos nós comemorar mais um aninho do nosso feijão.

Vai na volta e ainda temos por cá o pirralhito mais velho e por lá o macaquinho de imitação próprio da idade. Vai na volta temos por cá o engraçadinho que acha piada ao novato a imitá-lo e por lá a criança que segue à risca o primo mais velho. Vai na volta tudo o que um tem o outro quer e quando assim não é lá vêm as conversas mais sérias e as explicações que na maior parte das vezes eles "tão nem aí"...

Juntem isto tudo a dias sem sesta (coisa que o nosso miúdo já não faz), e à excitação que não têm no dia a dia. Misturem tudo na velocidade máxima de querermos aproveitar este fim de semana e valer o tempo de 48h por 1 semana. Pois...resultado final...cabelos em pé, nervos à flor da pele e suspiros para que eles tivessem um botão de pausa colocado nalgum recanto que ainda ninguém descobriu.

Não sou de extremos, mas realmente há rotinas que fazem todo o sentido. Este fim de semana foi uma prova à minha e nossa capacidade de gerir situações. Mas sabem que mais, agora distanciando-me o necessário, sei perfeitamente que tudo faz parte, e que estes dias fazem-lhe muito bem. Dias como estes são raros. Dias como estes são preciosos. Dias como este vão ser lembranças num futuro próximo porque eles vão crescer e vão deixar de andar a brincar às escondidas, vão deixar de fazer imitações, vão deixar de querer imitar um e mandar o outro. Num futuro próximo, quando eles se tornarem mais crescidos vamos olhar para estes dias sem regras, sem rotinas e sem horários e vamos querer voltar atrás no tempo. Este fim de semana isso foi possível, o único dia do ano em que conseguimos que o tempo voltasse para trás, o dia em que tivemos mais tempo para aproveitar as gargalhadas deles.

De qualquer das formas e de regresso às rotinas...volta que estás perdoada...volta porque na nossa vida ja esquematizada é a forma mais simples de conseguirmos regressar sem tristezas e sem stresses.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.