Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ele, o microfone e a mamã

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

"Radicalismos" de uma mãe galinha, rabiscos e cantorias do pequeno príncipe T e vida, muita vida para vos mostrar. No nosso T3 vivemos e sorrimos muito.

Ele, o microfone e a mamã

27
Set17

WOOL COVILHÃ PARA VISITAR NO DIA MUNDIAL DO TURISMO

Liliana Silva

20170729_113844.jpg

 

Somos de cá...desta cidade serrana, da terra da indústria da lã, de cariz operário... E com o principal objectivo de prestar homenagem a este passado, surgiu o Festival WOOL, que pretende também que a Covilhã se torne um polo da arte urbana a nível nacional.

 

Ao longo dos anos, têm passado pela cidade vários artistas que deixam a sua marca impressa nas paredes dos edíficios que com o tempo foram dotados ao abandono. Com estes artistas e estas obras tem surgido por parte da comunidade um interesse acrescido pela cultura e arte contemporânea, neste caso a arte urbana.

 

Artistas: Halfstudio

Título: Cidade Flor + Em ti mora o meu Amor

 Local: Escadinhas do Castelo (junto ao Centro Diagnóstico da Covilhã)

20170729_112406.jpg

 

E apesar de sermos de cá, e irmos identificando cada obra, à medida que iam surgindo, ainda não tínhamos colocado os pés na rua para fazer o roteiro, que entretanto foi criado para a vizualização deste espólio.

Trazer um evento com estas características para uma cidade do interior permitiu não só embelezar as ruas como trazer ao centro os turistas, fazê-los percorrer os caminhos mais estreitos e sermos visitados pelos amantes destas artes culturais.

 Sapatilhas nos pés, mochila às costas e lá fomos nós descobrir o maior número possível de pinturas e obras que estão espalhadas por esta nossa Covilhã. 

 Das mais recentes, situada na Rua dos Bombeiros (junto à residencial Panorama), encontra-se a obra de Bosoletti, uma peça dicotómica, que nos permite ver a criação ao nível positivo da fotografia como a negativo. Uma mensagem nas entrelinhas desta imagem que o artista pretendeu passar, temos todos de saber olhar um pouco mais além.

 

Titulo: Arrebatamento

Artista: Bosoletti

wool2017covilha_01.jpg

 

 

 

A natureza está em foque nesta criação da espanhola Doa Oa, situada no Largo Sra. do Rosário. A artista recuperou duas espécies de plantas utilizadas no tingimento tradicional (de azul e vermelho) dos tecidos na Real Fábrica dos Panos da Covilhã.

Título: Indigofera Tinctoria + Rubia Tinctorium 

Artista: Doa Oa

 

20170729_113454.jpg

 

Third, o artista das estruturas tridimensionais e biónicas, deixa-nos com uma outra pespectiva de teares e máquinas usadas pelos operários da lã. Situado na Rua Capitão Alves Roçadas (Rua de São Tiago) no edíficio da antiga Farmácia Soares, o mural é uma ode a todos os fios e máquinas que fizeram parte do nosso passado.

 

Título: Coração

Artista: Third

wool2017covilha_16.jpg

 

Seguimos caminho e encontramos outras obras de arte, de anos anteriores que projectaram este projecto para os jornais de todo o país e até a nível mundial.

O WOOL realizou-se em 2011, 2014 e 2015, edições em que foram intervencionadas várias paredes da zona histórica da cidade, criando-se um circuito de arte urbana em que se encontram obras de artistas como Vhils, Bordalo II, BTOY, Pantónio e Samina, entre outros. 

 

Título: “A fera da Teixeira”

Artista: Kram

 

 

20170729_112853.jpg

 

Título: Portugal pelas Costuras

Artista: Mr. Dheo

20170729_113035.jpg

 

Título: Pastor

Artista: Btoy

 

20170729_113109.jpg

 

 

Daquelas que me lembro ser das primeiras intervenções no centro da cidade está o mocho mais conhecido feito com um amontoado de lixo e sucata do artista Bordalo II. O mocho símbolo de sabedoria e cultura apela ao investimento naquela área histórica da cidade.

 

Título: Owl Eyes

Artista: Bordalo II

20170729_113825.jpg

 

O trabalho da renda de Bilros e do seu consequente desaparecimento com o passar dos anos é o tema da criação da artista Tamara Alves. A ideia de renascimento desta arte é colocada nas mãos de uma mulher que faz o seu prórpio vestido utilizando a técnica da renda de bilros.

 

Título: Wild Orphan

Artista: Tamara Alves

 

20170729_115343.jpg

 

Durante aquela manhã, e já no meio do percurso tivemos o prazer de nos cruzarmos com o Sr. Viseu, que muito orgulhoso nos questionou se já tínhamos visto o "seu" mural. Encaminhou-nos até lá e contou-nos histórias antigas destas paredes onde hoje está o seu rosto retratado. Foi um prazer ter esta oportunidade, e o pirralhito achou imensa piada ao facto de ver o Sr. ao vivo e depois a pintura dele na parede. A artista quis homegear as pessoas comuns, aquelas que realmente dão vida ao centro histórico da cidade.

 

Título: Sr. Viseu (Antigo trabalhador dos Lanifícios)

Artista: Samina 

 

20170729_114824.jpg

Título: O pastor e o Operário

Artista: Arm Collective

 

 

20170729_114533.jpg

 

Neste dia Mundial do Turismo, fica a nossa sugestão. Venham até cá, temos boa cama e boa mesa. E temos um vasto património que merece ser destacado. Deixamos mais algumas obras que estão retratadas em cada recanto desta cidade serrana. 

 

 

 

20170729_114630.jpg

 

20170729_121800.jpg

 

 

20170729_112536.jpg

 

20170729_115432.jpg

 

20170729_122039.jpg

Deixo-vos com aquela que mais gostei de ver, pelo realismo e simbolismo. Pelos pormenores tão detalhados de umas mãos tão perfeitas.

20170729_115210.jpg

 

 Acreditem que foi uma manhã muito bem passada, onde o pequeno príncipe T teve oportunidade de andar em ruas que até a mim me eram desconhecidas e uma maneira bastante interessante de captar a atenção para variados estilos e materiais. A cada esquina lá estava ele, um pé mais à frente e a espreitar a parede do lado tentando descobrir se havia ou não mais um "desenho na parede".

Alguma dúvida sobre onde comer e dormir, digo-vos apenas que servimos muito bem e acolhemos ainda melhor. Aproveitem, neste dia Mundial do Turismo façam as malas (se for caso disso) ou ponham a mochila às costas (para quem é de cá) e deixem-se encantar com esta arte urbana TOP 5. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D